sexta-feira, 14 de junho de 2013

duvidas na panificação? Me perguntem.

Boa noite amigos!

Os Manuais de boas Praticas tiveram muitos pedidos...peço a gentileza que esperem, pois estou fazendo conforme as necessidades de cada um.

Aos que me pedem orientações, favor mande suas duvidas no meu e-mail, estarei respondendo a todos....

Só para responder a amiga Marta. 

Prezada, não posso te dizer se tem lucro no desmanche de 100k de farinha, porem me passe por e-mail o custo da farinha, do sal, melhorador e te falarei quanto seria o minimo que você tem que vender, ´´ nunca se preocupe com a formiga e sim com elefante``., também enviarei uma tabela de projeção de custo, é bem simples, mas ja sai com rendimento, preço da receita, preço por quilo, preço sugerido e preço de venda.

Oque eu não souber, tenho muitos amigos no seguimento que saberão e estarei os ajudando, e não ficarão sem respostas.

de-lara@bol.com.br 

terça-feira, 4 de junho de 2013

COZINHA. hoje a esposa esta dodói e eu estou pilotando a cozinha, a casa e as crianças


Hoje Lúcio na cozinha!!!

Para o chá da tarde de hoje,nada melhor que um delicioso pão caseiro feito por mim!

Esta receita é uma das mais feitas na cozinhas domésticas, a cada 10 familia
  7 sabe fazer uma receita de pão caseiro. 
desde a antiguidade o pão caseiro é feito, tem relatos que o pão surgiu na Mesopotânia no Iraque a 7mil anos atraz e foi aperfeiçoado a 500ano antes de Cristo na Grécia...

Então nada melho,r eu homenagear uma arte gostosa e muito antiga!!!
                                                                                                                    (Lucio Lara)
VAMOS LÁ? 
Esta vai ser a receita de hoje.

ingredientes

2 copos e1/2 de água morna

  • 20 g de fermento biológico
  • 1 kg de farinha de trigo
  • 1 ovo
  • 1/2 copo de óleo
  • 1 colher de sopa de sal
  • 6 colheres de sopa de açúcar
  • MODO DE PREPARO

    1. Morne a água em uma panela e despeje nela o fermento o açúcar e 7 colheres de trigo
    2. Cubra com um guardanapo e reserve por 10 minutos
    3. Observe que virou uma esponja, agora acrescente o restante dos ingredientes e pouco a pouco vá colocando o trigo
    4. Amasse a massa com as mãos até que fique bem macia e desgrudando das mãos
    5. Coloque na panela cubra com o guardanapo e reserve por mais 10 minutos
    6. Unte a assadeira com margarina, divida a massa em 3 pedaços e enrole como preferir
    7. Cubra a massa e coloque no sol por alguns minutos que ela crescerá bem
    8. Em seguida é só assar em fogo baixo até que fique corada

segunda-feira, 3 de junho de 2013

PADARIA MODERNA

ANTES


DEPOIS
NOVA ÉPOCA, NOVA PADARIA E NOVOS PANIFICADORES!
Em outras décadas a padarias se destacavam como fabricante de biscoitos e pão de sal, quando os supermercados começaram a produzir produtos de panificação e os biscoitos ficaram mais fortes nas indústrias terceirizadas, a padarias perderam forças e aparentemente ganhou uma fama de careira.
Em contra partida, apareceram muitos produtos diferentes obrigando os donos de padarias a se especializarem em produção e gerenciamento, assim surgindo melhores atendimentos. Boas  partes de padarias servem até almoço, lanches, mas ainda existe barreiras  governamentais que impede o crescimento.
O panificador podemos dizer que é o cara, sempre esta a procura de inovação ou  melhorar a qualidades dos seus produto, ele é diferente de qualquer outro seguimento, panificador é uma mistura de administrador com arte......

domingo, 2 de junho de 2013

Manual de Boas Práticas

Aqui você também acha um manual de boas praticas para serviços de alimentação
A finalidade do serviço de alimentação, ou seja, a Nossa Missão não é simplesmente alimentar o homem, mas “bem alimentar o homem”.
Bem alimentar não é somente oferecer uma comida gostosa, mas também uma comida segura do ponto de vista higiênico, ou seja, livre de contaminação



Manual de boas praticas




também nos encontra no facebook; lucio lara

Norma do pão francês entra em vigor
 
     O tradicional pão tipo francês é o mais importante produto elaborado pelas padarias em todo país, representando quase 50% do faturamento dos estabelecimentos, e sendo responsável pelo grande fluxo de consumidores. Apesar da tradição na produção do pão tipo francês, é comum que o produto apresente características muito distintas e divergentes entre as padarias. O consumidor sempre percebeu essa diferença entre os estabelecimentos, porém não existia nenhum tipo de padrão estabelecido como referência para a qualidade.

    
A partir disso, foi criada em 2011 a Comissão de Estudo Especial de Pão do Dia Tipo Francês, no âmbito da ABNT (ABNT/CEE 160), especificamente para desenvolver os trabalhos de elaboração da norma de Pão tipo Francês, com as diretrizes para avaliação da qualidade e classificação. Essa norma considera atributos para características externas, internas e sensoriais do nosso pãozinho. As externas contemplam tamanho, crosta e aparência. Já as características internas são compostas por crosta e miolo e as sensoriais possuem diretrizes para aroma, sabor e textura.

    
O trabalho de normalização levou dois anos, tendo sido publicada em abril, com entrada em vigor a partir de 24 de maio de 2013. Embora não tenha caráter de obrigatoriedade, passa a ser a referência-padrão a ser seguida pelas padarias que desejem se aperfeiçoar. “A norma de Pão Francês é uma referência de qualidade do produto para as padarias e para o consumidor final”, diz Márcio Rodrigues, que foi o coordenador do grupo que desenvolveu a norma ABNT/CEE 160.
Benefícios da norma
    
Entre os benefícios potenciais a serem obtidos através da utilização da norma destaca-se a repetibilidade das características do produto, facilitando o aumento de sua produção e otimizando a rentabilidade nos estabelecimentos de pequeno e médio portes. Vale ressaltar que o Brasil é pioneiro no cenário mundial na elaboração de uma norma técnica que define as diretrizes de qualidade de um produto final – o pão.

    
No que diz respeito às normas regionais ou internacionais, hoje somente existem normas ligadas à matéria-prima e equipamentos necessários para a produção do pão francês. Neste sentido, a elaboração da norma de pão francês fortalece o reconhecimento internacional que o Brasil possui na busca da competitividade do setor de panificação. A Abip, o Sebrae e o Instituto Tecnológico da Panificação e Confeitaria (ITPC) informam que atuarão na conscientização e capacitação das padarias para a utilização da norma de pão francês após a sua publicação

fonte: Padaria Moderna digital
Norma do pão francês entra em vigor
 
     Baixe a íntegra da Norma do Pão Francês:http://www.padariamoderna.com.br/sites/arquivos/downloads/norma_pao_frances.pdf

Padaria moderna...sai o velho homem

 
Hoje o mundo se tornou muito capitalista.
As padarias que desejam sobrevivencia terão que acompanhar as novidades.
Ficar esperando o cliente entra no seu estabelecimento, é uma falha muito brusca.
Tem que fazer algo, que novos clientes se sintam atraidos e com desejos de comprar no seu estabelicmento
.´´PRODUTOS DE QUALIDADES`` todos concorrentes estão buscando, e isso virou uma obrigação....

Darei algumas dicas  que ajudará neste novo formato de panificação x cliente= lucro e fidelidade

1º- reduza sua margem liquida e aumente o seu giro.

2ºmarketing externos: divulgue o seu hambiente e suas ofertas.

3º Exponha seus produtos em mesa , precificados e pesados...

Chama-se plasticidades.






!
AMIGOS!

ENVISTA EM PROFISSIONAIS NAS SUAS PANFICADORA.


O VAREJO ESTA MAIS EXIGENTE E TEM MUITAS PESSOAS ESPECIALIZANDO NA AREA DE PANIFICAÇÃO.

AINDA EXISTE DONOS DE PANIFICADORAS QUE FALHAM NA HORA DE PROMOVER UM PRATA DA CASA.
NUNCA PENSE NA PRATA, MAS SIM NO OURO.

LEMBRE-SE,´´ SEU ESTABELECIMENTO NÃO É INSTITUIÇÃO DE CARIDADE, E SIM DE FINS LUCRATIVOS!!!!!!!!!!``

sábado, 1 de junho de 2013







Atualmente, 25 empreendimentos participam do projeto, que tem como meta atender a 35 empresas. Até dezembro de 2015, a meta é que esses pequenos negócios tenham conseguido um aumento sustentável no mix de produtos e alta de 20% no faturamento. Vale destacar que o setor de panificação e confeitaria é um dos seis maiores segmentos industriais do país, com uma participação de 36,2% no setor de produtos alimentício, segundo dados do Instituto Tecnológico da Panificação e Confeitaria (ITPC).

Informações na Unidade de Atendimento Coletivo Indústria do Sebrae, com o gerente Paulo Afonso, nos telefones (79) 2106-7737 e 2106-7700. Inscrições para a palestra na Unidade de Acesso a Inovação e Tecnologia do Sebrae, nos telefones (79) 2106-7725 e 2106-7710, ou pelo e-mailtecnologia.sebrae@se.sebrae.com.br

Serviço:
Sebrae em Sergipe (79) 2106.7758
www.se.agenciasebrae.com.br
Central de Relacionamento Sebrae: 0800 570 0800



Amigos estou de volta, e já estou com muitas matérias que irão ajudar aqueles  que tenham duvidas nas gestão de panificação.....ilustre empresários o que poço adiantar é que a nova faze de formação de técnicos nas áreas modificou e ficou mais acessível.
 Estou com muitas informações na área de gestão de lideres na produção, compras e atendimento..
aos interessados favor envarem as duvidas no meu e-mail: de-lara@bol.com.br
PALAVRA DO MOMENTO : FOCO EM GESTÃO DE NEGÓCIOS!

# show

Related Posts Plugin for WordPress, Blogger...

Crise que nada!!!

Em meio de crise, a panificação não para de crescer.Para que isso venha permanecer, muitos donos ou responsáveis do setor, devem mudar seu pensamentos , precisam se agasalharem em novidades que possa proporcionar o consumidor final a comerem pelos olhos!